Fração de ejeção: O que os números no seu ecocardiograma significam 

0
12

Seu coração é um músculo que bombeia sangue através do corpo, então você obviamente quer mantê-lo saudável e funcionando em sua capacidade máxima. A fração de ejeção (FE) é uma medida que seu médico pode usar para avaliar a saúde do seu coração. 

A FE é medida como uma porcentagem da quantidade total de sangue bombeado a cada batimento cardíaco no seu coração. Um número baixo pode indicar insuficiência cardíaca e não apresentar sintomas no início. Os mais comuns são falta de ar, fadiga, arritmia cardíaca, desconforto abdominal e inchaço nos pés e nas pernas. 

Existem dois tipos de fração de ejeção: ventricular esquerda e ventricular direita. O ventrículo esquerdo mede quanto sangue é bombeado por ele a cada contração. Normalmente, a FE se refere a ele. Já a do ventrículo direito mede quanto sangue é bombeado do lado direito do coração para os pulmões.

Quais são os testes usados ​​para medir a fração de ejeção?

Existem várias razões pelas quais seu médico pode querer testar sua FE. Ele pode querer ver se seu coração está falhando ou testá-lo caso você tenha histórico de doença cardíaca, pressão alta ou diabetes. Seu médico pode solicitar exames para determinar sua fração de ejeção, incluindo:

  • Ecocardiografia (ecocardiograma) – o teste mais comum usado para medir a fração de ejeção.
  • Cateterismo cardíaco
  • Ressonância Magnética 
  • Exame de medicina nuclear
  • Tomografia computadorizada
O que significam os números da fração de ejeção?
  • 55 a 70% – Função cardíaca normal.
  • 40 a 55% – Função cardíaca abaixo do normal. Pode indicar danos cardíacos anteriores por ataque cardíaco ou cardiomiopatia.
  • Superior a 75% – Pode indicar uma condição cardíaca como cardiomiopatia hipertrófica, uma causa comum de parada cardíaca súbita.
  • Menos de 40% – Pode confirmar o diagnóstico de insuficiência cardíaca.

Como você pode melhorar sua fração de ejeção?

Primeiro, você precisa gerenciar quaisquer condições subjacentes que possam estar contribuindo para sua baixa fração de ejeção, como pressão alta, diabetes ou doença arterial coronariana. Você também precisa fazer mudanças no estilo de vida, como se exercitar regularmente, ter uma dieta saudável e parar de fumar. 

Como a fração de ejeção é apenas uma medida de quão bem o coração está funcionando, mesmo quando esse número é normal, ele pode não estar trabalhando adequadamente.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments