Grandes acontecimentos na vida podem significar menos exercícios – e uma pior saúde do coração

0
15

Marcos importantes na vida como começar em uma nova escola ou emprego, se casar, ter filhos ou se aposentar, geralmente levam a uma queda nos níveis de atividade física – o que pode prejudicar a saúde cardíaca, alerta um relatório científico.

As pessoas e seus profissionais de saúde devem prestar mais atenção aos períodos de transição para evitar um aumento nos comportamentos sedentários, de acordo com uma declaração publicada no jornal Circulation da Associação Americana do Coração.

Praticar exercícios regularmente é importante e saudável para o coração, e ficar na inatividade não é bom para você. Além de eventos importantes da vida, a pandemia de Covid-19 foi outra interrupção da rotina diária e dos níveis de atividade da grande maioria.

Manter a frequência é o melhor cenário

As recomendações de atividade física exigem 150 minutos ou mais de intensidade moderada ou 75 minutos de atividade aeróbica vigorosa por semana para adultos, ou uma combinação dos dois. Também incluem atividades de fortalecimento muscular pelo menos duas vezes por semana.

Crianças e adolescentes devem fazer 60 minutos ou mais de atividade física moderada a vigorosa por dia. Mas, de acordo com os Centros para Controle e Prevenção de Doenças, apenas 1 em cada 5 adolescentes e 1 em cada 4 adultos atingem essas metas. A pesquisa mostra que é ainda menos provável que o façam durante os grandes eventos e transições da vida.

Como o comportamento sedentário pode ser um fator de risco para doenças cardiovasculares, a declaração recomenda que os profissionais de saúde conversem com seus pacientes sobre maneiras de se manterem ativos durante as grandes mudanças de vida e forneçam orientações.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments